23 março 2006



Procura-se verso
vivo ou morto.


Foi visto pela
última vez
a roubar palavras
da minha boca.


Dizem as más
línguas que o verso
fugiu com a rima
levou a estrofe
e ainda por cima
deixou o poema na mão


sem pé
nem cabeça.

Clauky Saba

6 comentários:

carminha disse...

Muito bom o seu poema "sem pé nem cabeça", Clauky :)

Olha o endereço da imagem do gatinho:

http://i1.tinypic.com/scuro8.gif

Valeu pelo link do Mario Quintana, tá? O seu já está lá na lista.

Beijoca

gustavo luz disse...

Eu estou também a procurar o verso, e o achei aqui...abraços...

Jana disse...

Finalmente um blog instigante, sensível e inteligente, ainda bem que descobri-o, totalmente ao acaso! Mas não é por acaso que vou deixar de lê-lo. Se tiveres interesse em arte, filosofia e analise de filmes e video-clips...
www.logoexisto.globolog.com.br

Jana disse...

No meu comentário anterior eu quis dizer: não é por acaso que não vou deixar de lê-lo!
Da leitora que na pressa de se expressar se enganou...Janaí

Anônimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»