11 janeiro 2009

Vario & Desvario

variações sobre o tema
andam dizendo por aí que eu ando variando.
só porque eu sou eu e sou muitas eus,
em meu estilo básico louco romântico
inconstante depressivo maníaco
neurótico e bacana?

ando variando,
ora pé, ora cabeça
mudam de ideia,
mudam senso e direção.

ando variando,
ora amanheço, ora tardo,
mas não falho,
só vario, sem exceção

vario porque sou várias eus,
esfinges e coliseus,
indecifráveis e fascinantes!

amo todas as minhas faces
como se nunca as tivesse visto antes.

sem recalques nem percalços,
ando com meus pés descalços.
Clauky Saba
.

4 comentários:

Juliano Sanches disse...

Todos temos um pouco de desatino, e isso é muito saudável. Lembrei-me de Foucault. Ele tem trabalhos profundos sobre isso.

Nessa semana, fiz uma comparação entre a vida humana e a natureza no meu blog. Citei o bambuzal, como símbolo de resistência, inclusive. Dê uma olhada.

Visite minha Casa, quando puder.

O endereço é:

(http://casadojulianosanches.blogspot.com/).

Um grande abraço.

Eduardo Trindade disse...

Muito bonitas tuas variáveis várias.
Tu de pés descalços, será que já não te vi por aí, só para variar, vestindo sandálias?
Abraços!

Lola disse...

Que palavras mais lindas, sintonizadas, harmonizadas, combinadas!

Parabéns!

Analuka disse...

E eu, lembrei do "feixe de eus", do qual fala Hermann Hesse... Sim, variação e movimento, mudanças e devaneios, transformação e reciclagem, tudo vale a pena se nos ajuda a sermos mais plenos, alados e felizes! Abraços azuis.