16 fevereiro 2007

um pé de vento, palavras de pano e frutos [di]versos

Photobucket - Video and Image Hosting


*.*.*.*


o cheiro das nuvens
deixa rastros em minha pupila
que cintila luz e som...


minha menina dos olhos
desabotoa a gota da folha
e chora o orvalho d[est]a
manhã vermelhorizonte.


*.*.*.*

palavras de pano


versos brejeiros
arrefecem meu peito,


sussurros sorrateiros
silenciam suspiros...


nossas distâncias
nos [de]terminam


enquanto serelepes
palavras de pano
cirandam uma cantiga.


volta e meia vou ver...
giram os zóinho e
falam de você!


: )))
solto gargalhos de poemar!

*.*.*.*


pé-de-vento


habita minha casa
um pé de vento
que cultivo no fundo
do quintal.


logo amanhece
aparo brisas e
colho orvalho
das folhas preguiçosas


...


à beira da tarde
rasgo ventanias,
persigo rimas,
germino o tempo.


com a alma em flor
rego noites : madrugada
a dentro afugento
qualquer dissabor


no enquanto do espanto
espalho o pólen do tempo,
encho o bucho de estrelas
e vago em versos brejeiros


no céu nasceu
,nesse instante,
um punhado
de poemas...

*.*.*.*
Costureira de versos


"Penso que colher versos
amanhecidos a cigarras
rouxinóis e no misterioso
adormecer das lagartas
seja que nem encher
o bucho de estrelas
(...)"
Lilia Diniz

20 comentários:

diovvani mendonça disse...

Pô, menina, vale à pena esperar suas postagens - TUDO BOM DEMAIS.

minha menina dos olhos
desabotoa a gota da folha
e chora o orvalho d[est]a
manhã vermelhorizonte.

Vou levar esse entre outros para engarrafar lá na Árvore dos Poemas.

AbraçoDasGerais.

E.T.
Carnaval, brincante para você.

Vicente Siqueira disse...

Oi, Cláudia
Continua escrevendo coisas que eu quisera ter escrito: " ...com a alma em flor
rego noites : madrugada
a dentro afugento
qualquer dissabor..."
Com você por perto a gente consegue sentir "o cheiro das nuvens que deixam rastros em nossas pupilas
que cintilam luz e som..."
Só quem é Clauky pode ser Clauky.
Deixo docessss
Vicente

Jefferson P. disse...

...

"está em mim... oq encontrei em suas palavras; tolice tentar expor."


jefferson p.

Múcio Góes disse...

qta coisa linda junta... horizontens e hojes, Clauky sempre me fazendo ver melhor.

d+!

ps: voltei de casa nova, pinta lá!

bjs, querida!

Múcio Góes disse...

ops, www.traversuras.blogspot.com

:)

Luzzsh disse...

Oi Clauky!

Ai, ai...belo, belo. Sempre bom passear por aqui...

Beijo...

Maria Cláudia disse...

Clauky,
Versos doces como cantigas de roda cheios de sons-sabores para os olhos. Sempre bom passar por aqui.
Beijo grande,
Maria Cláudia

Maria Cláudia disse...

Clauky querida, lembrei de vc!
Ontem eu estava arrumando algumas gavetas e achei aquele brinquedinho de pano "5 Marias". Pensei na brincadeira que joga um saquinho para depois pegar o outro e a coisa vai ficando mais complicada... Pensei no movimento das tuas palavras, no jogo que que vc cria com elas.
Beijo grande!!!

João Pedro Coelho disse...

Encontrei este blog por acidente...
Quem disse que os acidentes são sempre maus? enganou-se concerteza...
Este foi bom, gostei do que li aqui.
curioso ainda a autora deste blog era criança e já um outro poeta tinha feito um retrato do que é essa coisa de ser poeta...
aqui:

http://cartasdeveneza.blogspot.com/2007/02/retrato-do-poeta-por-ary-dos-santos-voz.html

Parabéns pelo blog!
e saudações daqui ao lado, de Portugal, aqui tão perto, separados apenas por esse atlântico que mesmo de ter tanto mar, por vezes se assemelha a um deserto!
beijos

Ricardo Mainieri disse...

Clauky e seus versos-miniaturas com delicadeza feminina.
Fazia tempo que não passava por aqui.
Sempre vale a pena.

Beijão.


Ricardo Mainieri

paulo vigu disse...

Clauky vai costurando, bordando poemas. São tantos que quando anoitece é só estrelas neste céu. Riodaqui/ Paulo Vigu

Lilia disse...

obriga açucena, pelos versos pela acolhida pelas noites saboreadas de poesia... saudades!

Mônica Montone disse...

Quanta ternura :O)......... Ótima inspiração!!!

beijos, flor

MM

Lia Noronha disse...

Td bem sutil e talentoso por aqui...adorei e vou te linkar no meu Cotidiano.Abraços mil!!!

Gustavo disse...

Nossa! Que gostoso ler seus poemas, me da uma sensação de ser criança novamente com sonhos e percepções de quem não tem preocupações maiores para se ocupar. Parabéns!

Leandro Jardim disse...

quanta coisa boa junta!!!

essa Clauky, essa Clauky
é só beleza
mesmo nas sexta-feiras de desfalque... hehehe

beiJardins
já saudosos

lilia diniz disse...

Nasceu um punhado
de poemas no céu...
e o meu poetar
emudeceu-se
diante da beleza
do teu poestrelas.

SAUDADE AÇUCENA

paulo vigu disse...

Vim ver Clauky - Há saudades daqui em mim. Riodaqui/Paulo Vigu

Vinicius disse...

Oi , estou pela primeira vez a visitar o teu blog e valeu a pena.
Parabéns está lindíssimo.
Abraços.

Lia Noronha disse...

Td lindíssimo por aqui..Abraços mil!!