24 fevereiro 2006

Interior Útero




De volta ao início
o retorno
o reencontro com o vício
com a dor alheia
com a centelha de indecisão

É preciso prezar pela vida
curar a própria ferida
cicatriz indelével
de meu ser em procissão

Quero uma estrada com curvas
rumo ao incerto
discreto desconhecido
sobreposto em pontes
de algum lugar
para lugar algum

Ad locum tuum
revertério notório
rio invertido
contra a corrente

Há mais coisas
entre o céu e a terra
entre o sol e a lua
entre a minha e a tua
realidade interina

Quero embalar meu sono...
qualquer dia a infância termina.



Clauky Saba (depois de uma sessão de terapia)
Posted by Picasa

2 comentários:

incomunidade disse...

gostei de seu uterior

Anônimo disse...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»